sábado, 12 de Abril de 2014

Obelix e ideiafix

Obelix e Ideiafix escultura de Eugénio Macedo com 2.30 m de altura em granito em peça única para a cidade de Erquy.
Erquy  é uma cidade no ddepartamento de Finisteri , na região da Bretanha em França .
A cidade de Erquy ocupa o fundo de uma enseada na costa de Penthièvre entre o Cabo Erquy sítio natural adquirido pelo Conselho Geral de Côtes d'Armor, e na ponta da Heussaye, composto pelos restos de uma erupção vulcânica.

domingo, 27 de Fevereiro de 2011

Painel granitico talhado por Eugénio Macedo

domingo, 22 de Agosto de 2010

Meimão Inaugura Monumento ao E(I)migrante, de Eugénio Macedo. Nova Guarda-18-08-2010


Eugénio Macedo criou escultura em homenagem ao emigrante

A freguesia de Meimão, no concelho de Penamacor, inaugurou sexta-feira, dia 13, uma obra em homenagem ao emigrante. A escultura, composta em granito e a aproveitar um poço ali existente para criar um efeito de fonte luminosa, foi talhada por Eugénio Macedo.

A obra foi encomendada pela Junta de freguesia local e inaugurada com a presença do presidente da Câmara Municipal de Penamacor. A cerimónia teve início com a bênção aos emigrantes, pelo padre César.

Segundo o autarca de Penamacor, Domingos Torrão, este monumento dedicado aos emigrantes tem a particularidade por ser único no Concelho.

Na cerimónia estiveram presentes várias individualidades daquele Concelho e da aldeia de Meimão. A festa foi animada pelo recém-criado grupo de Cantares de Meimão.

sexta-feira, 20 de Agosto de 2010

Diário de Notícias; Guia de Portugal; Jornal A Reconquista,

DN
Emigrantes vão ter um monumento

13 Agosto 2010
Eugénio Macedo Escultor
A Junta de Freguesia de Meimão, de Penamacor, inaugura hoje o monumento ao emigrante, uma escultura de granito da autoria do escultor Eugénio Macedo, instalada no Largo de Santo António, no centro da aldeia. O monumento mostra a figura do emigrante e o brasão da aldeia e encontra-se no local há cerca de um ano. A junta optou por reservar a inauguração oficial para este mês, que coincide com o regresso dos naturais da freguesia para as férias de Verão.


:: BREVES/CENTRO



12-08-2010

Coimbra, 12 ago (Lusa) -- Notícias breves da região Centro:

Penamacor: Meimão inaugura monumento ao emigrante A Junta de Freguesia de Meimão, no concelho de Penamacor, inaugura na sexta feira o monumento ao emigrante, uma escultura em granito da autoria do escultor Eugénio Macedo, instalada no Largo de Santo António, no centro da aldeia. O monumento mostra a figura do emigrante e o brasão da aldeia. A escultura encontra-se no local há cerca de um ano, mas a Junta de Freguesia de Meimão optou por reservar a inauguração oficial para este mês, que coincide com o regresso dos naturais da freguesia para as férias de verão.


Arquivo: Edição de 12-08-2010

SECÇÃO: Raia
Esta sexta-feira
O monumento é da autoria de Eugénio Macedo
Meimão inaugura monumento ao emigrante
12 de Agosto de 2010 às 14:48h

A Junta de Freguesia de Meimão vai homenagear os emigrantes com a inauguração de um monumento no centro da aldeia. A obra da autoria do escultor Eugénio Macedo é inaugurada esta sexta-feira, dia 13, pelas 18 horas.
O monumento em granito fica no Largo de Santo António, no centro da aldeia, representando a figura do emigrante e o brasão da freguesia. A escultura encontra-se no local há cerca de um ano, mas a Junta de Freguesia de Meimão optou por reservar a inauguração oficial para este mês, que coincide com o regresso dos naturais da freguesia para as férias de Verão.




Meimão, 13 de Agosto de 2010, monumento escultórico de Eugénio Macedo.


segunda-feira, 22 de Março de 2010

Suor e talento«Monumento erigido ao arguina«canteiro»





19Jan 07Os verbos dos arguinas
Por OHpositivo - Nuno Oliveira, http://ohpositivo.blogs.sapo.pt/

"O morrão dos arguinas está a farpar a gerigota para o rufo a fim de esfagunhir, o gandiço que os arguinas hão-de rustir ao meio luzeiro" (tradução: O rapaz, servente dos pedreiros, está a rachar lenha para o lume a fim de cozer a comida que os pedreiros hão-de comer ao meio-dia).

"A caneira de moiano é lhega gidaça e não foca o badejo na pildra de soianos" (tradução: A minha esposa é mulher bonita e não dorme na vossa cama).



Esta é a pitoresca, caracterizada e humilde linguagem "calão" ou "gíria" que foi criada e utilizada pelos pedreiros (arguinas), artífices no trabalho da pedra, de Nogueira do Cravo e Santa Ovaia, essencialmente, ao longo de anos, com a finalidade principal de comunicarem entre si sem que, em especial o patrão ou um estranho, se apercebem-se dos seus intuitos. Um acto que demonstra o espírito de solidariedade e corporação profissional que reinava entre eles, daí que durante muitos anos a divulgação e tradução pública da mesma foi evitável, mantendo-se em segredo.

quarta-feira, 9 de Dezembro de 2009

sexta-feira, 4 de Dezembro de 2009